Luis Filipe Vieira

Jorge Mattamouros, advogado e sócio do Benfica, avançou com uma ação cível em tribunal, na qual acusa Luís Filipe Vieira de violar os estatutos por ter, alegadamente, utilizado o dinheiro do clube na esfera privada, segundo adianta a TVI.

Em causa estará um pagamento realizado a funcionários da Promovalor, empresa encabeçada pelo líder máximo do clube da Luz, que lhe terá permitido “resolver questões do foro privado”, como é o caso da dívida para com o Novo Banco.

De acordo com o jornal Público, Mariana Mortágua, deputada do Bloco de Esquerda, que esteve presente na comissão de inquérito na qual Luís Filipe Vieira foi ouvido no âmbito deste caso, será uma das testemunhas indicadas pelo advogado.

Jorge Mattamouros, residente nos Estados Unidos e sócio da firma de advogados White & Case, terá, ainda, alegado irregularidades nas últimas eleições para a presidência dos encarnados, em outubro de 2020, o que poderia mesmo valer a destituição do dirigente.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.