«NÃO FESTEJEI PORQUE DEVO RESPEITO AO BENFICA»

Renato Sanches voltou a falar na zona mista do golo marcado ao Benfica com a camisola do Bayern.

«Regressar ao Estádio da Luz foi um momento especial para mim e muito importante na minha carreira. Não festejei o golo? É uma questão de carinho e respeito. Foi o clube onde me formei e não iria festejar porque devo respeito ao Benfica. Continuo a acompanhar o Benfica», disse aos jornalistas, assumindo espera novas oportunidades no Bayern após a exibição desta noite:

FUTEBOL – Renato Sanches, jogador do Bayern de Munique no jogo Benfica-Bayern a contar para o Grupo E da Liga dos Campeoes realizado no estadio da Luz em Lisboa. Quarta 19 de setembro de 2018. (SERGIO MIGUEL SANTOS/ASF)

– As coisas vêm com o tempo e estou a preparar-me para quando tiver oportunidades representar o Bayern da melhor forma. Representar a Seleção também dá sempre alegria e vontade de trabalhar mais. Quero ainda agradecer as palavras do meu companheiro de equipa (Manuel Neuer) e ao treinador pela oportunidade de jogar.

Fonte: abola.pt

” A diferença esteve na finalização “

O Bayern Munique venceu o Benfica por 2-0.

No rescaldo do duelo, Rui Vitória falou da falta de eficácia da sua equipa.

Jogo: A diferença esteve na finalização mas também na qualidade da equipa adversária, que é uma equipa muito forte. A nossa equipa teve uma postura muito convicta, com 14 remates. Os golos surgem em dois momentos que são momentos importantes. Tínhamos de ter parado essas jogadas e não o fizemos. Devíamos ainda ter concretizado as nossas oportunidades.

Dois regressos e uma estreia

Nani e Mathieu estão de volta aos convocados do Sporting. Os dois fazem parte da lista de Peseiro para o jogo com o Qarabag, quinta-feira às 20 horas em Alvalade. Destaque também para a estreia de Miguel Luís
Lista de convocados:

Guarda-redes: Salin, Renan e Luís Maximiano.

Defesas: Mathieu, Coates, Jefferson, André Pinto, Ristovski e Bruno Gaspar.

Médios: Bruno Fernandes, Acuña, Battaglia, Petrovic, Miguel Luís e Gudelj.

Avançados: Montero, Mané, Raphinha, Diaby, Nani e Jovane.

«NÃO SOU DE POLITIQUICES…»

Na conferência de imprensa que se seguiu ao jogo com o Schalke (1-1), Sérgio Conceição voltou a afirmar que o FC Porto merecia ter saído de Gelsenkirchen com a vitória.

Porto coach Sergio Conceicao reacts during the Champions League round of sixteen first leg soccer match between FC Porto and Liverpool FC at the Dragao stadium in Porto, Portugal, Wednesday, Feb. 14, 2018. (AP Photo/Luis Vieira) Portugal Soccer Champions League

«Não sou de politiquices, nem de discursos para moralizar o grupo. A haver um vencer, teria de ser o FC Porto», afirmou o técnico português, destacando a «exibição consistente» dos dragões na Alemanha.

Questionado sobre as declarações de Danilo, que lamentou a «entrada nervosa» do FC Porto em campo, Sérgio Conceição contestou:

– Danilo disse isso? Não sei se Danilo estava nervoso, ou não. Não vi a equipa nervosa, vi a equipa a assumir o jogo e a jogar com critério. Se calhar Danilo estava há muito sem jogar (devido a lesão).

«A MINHA TENSÃO ESTÁ SEMPRE BAIXA…»

Rui Vitória desvalorizou os êxitos alcançados como treinador e recusou apontar o melhor momento da carreira.

«A minha tensão está sempre baixa… Não sei quais foram os melhores e piores momentos. Ando de bem com a vida, foram vários títulos… não sei dizer. Os treinadores sabem que é preciso passar por um dissabor e seguir em frente, e os mesmo com os sucessos que no dia seguinte já nada valem. Os insucessos não são um drama, nem os sucessos um privilégio», referiu na antevisão ao jogo com o Bayern, para a Liga dos Campeões.

Na mesma linha, desvalorizou a campanha do Benfica na Champions na temporada transata: «No ano passado foi assim, mas recuarmos dois anos fomos aos oitavos de final, há três estivemos nos quartos… Vamos ter um jogo contra um dos adversários mais fortes da Europa, queremos disputar o jogo com grande convicção. Se vamos ou não ganhar, não sabemos, mas estamos com essa convicção. O resto pouco importa.»

Bas Dost

Bas Dost mais um mês de baixa

O avançado holandês apresenta uma rotura muscular de grau dois no reto femoral da perna direita, problema que o impossibilita de ser opção para José Peseiro nos próximos cinco jogos.

Recorde-se que tudo começou a 18 de setembro, na receção do Sporting ao Vitória de Setúbal. O ponta-de-lança sentiu queixas no aquecimento, mas mesmo assim quis ir a jogo. Aguentou jogar 45 minutos, só que as dores falaram mais alto, obrigando o técnico leonino a substitui-lo por Montero.

Rui Vitória chama 20 jogadores

Benfica divulgou, esta terça-feira, a lista de convocados para o duelo com o Bayern Munique. Destaque para o regresso de Vlachodimos, Ruben Dias e Fejsa à lista de convocados.

Jonas, que não está na lista de convocados, também não faz parte do boletim clínico.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Svilar e Odysseas;

Defesas: Conti, Grimaldo, Rúben Dias, Yuri Ribeiro, Jardel e André Almeida;

Médios: Fejsa, Gabriel, Cervi, Alfa Semedo, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Rafa, João Félix e Gedson;

Avançados: Seferovic e Castillo.

«NÃO PODEMOS COMETER ERROS NA CHAMPIONS»

Danilo Pereira regressou ao onze do FC Porto, após paragem devido a lesão. No rescaldo do empate com o Schalke (1-1), esta terça-feira, o jogador português adiantou que a equipa entrou “nervosa” no duelo.

FUTEBOL – Danilo Pereira durante o jogo FC Porto – Moreirense relativo a 4 Jornada da I Liga. Estadio do Dragao no Porto. Domingo, 02 de Setembro de 2018.ASF/HELENA VALENTE

Jogo: Entrámos nervosos, na expectativa, depois fomos fazendo a adaptação ao jogo, podíamos ter feito mais golos, isto é a Champions, quando cometemos um erro fica difícil dar a volta, mas conseguimos um empate, o que é menos mau.

Regresso à Liga dos Campeões: Foi bom, sinto-me bem, confiante, foi uma longa paragem, há oito meses que não jogava num ritmo tão intenso, a jogar os 90 minutos, sinto-me bem e confiante.

Benfica anuncia saída de Paulo Gonçalves

O Benfica anunciou a saída de Paulo Gonçalves, assessor jurídico e arguido no caso e-Toupeira, processo no qual a SAD encarnada também foi constituída arguida.

Leia o comunicado na íntegra:

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD vem comunicar que, por proposta do Dr. Paulo Gonçalves, celebrou hoje um acordo para a cessação do seu contrato de trabalho.

Na base da proposta do Dr. Paulo Gonçalves estão razões de natureza pessoal, em especial a necessidade de se dedicar à sua defesa num processo judicial, em nada relacionado com o exercício de funções que lhe estavam confiadas na Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD agradece o desempenho do Dr. Paulo Gonçalves no exercício das suas funções ao serviço desta instituição e reconhece o profissionalismo, a lealdade, a integridade e a dedicação demonstrados ao longo de 12 épocas desportivas e até hoje.

Lisboa, 17 de setembro de 2018

O Conselho de Administração da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD”

Comunicado de Bruno de Carvalho

Comunicado de Bruno de Carvalho

“Caros Consócios do Sporting Clube de Portugal,

Sem prejuízo de nos mantermos sempre disponíveis para, com a dignidade reposta, obter os necessários consensos em prol dos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal, são factos irrefutáveis que:

a) apesar de termos, literalmente, dado o peito às balas e de o tribunal ter decidido a ilegalidade/extemporaneidade de qualquer ato eleitoral antes de decididas as questões disciplinares criadas pelas duas putativas comissões de JMS, nada foi capaz de evitar que as eleições acontecessem;

b) não obstante neste ultimo acto eleitoral muitos associados terem, em consciência, acabado por decidir não participar, milhares de outros votaram, – facto que lamentamos mas respeitamos -, os nossos Advogados alertam que estamos juridicamente vinculados a impugnar todos os actos que decorram ou sejam tomados na sequência das ilegalidades cometidas, sob pena de impossibilitar a nossa defesa da honra, e da condição de Sócios de pleno direito do Sporting Clube de Portugal;

c) temos direito à nossa Defesa (como qualquer humano neste mundo) pelo que não abdicaremos de garantir a nossa “absolvição” total, em qualquer procedimento ou processo ilegal em que fomos ou sejamos visados;

d) a defesa da nossa honra e da nossa dignidade em face das ilegais acções/sanções disciplinares exigem, inevitavelmente, continuarem as acções judiciais em curso, pois que o seu abandono enfraqueceria substancialmente a possibilidade de êxito, na “batalha” judicial contra as referidas acções/sanções disciplinares, por conformação com actos ilegais originários naquelas.

Por outras palavras:

– nós, Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho, que desde 2013 tanto demos ao Clube no plano financeiro, no plano patrimonial, e no desportivo devolvendo o orgulho ao Universo Sportinguista, não podemos abandonar a defesa da nossa honra e da nossa dignidade, nem podemos tolerar que ilegalidades se traduzam na humilhação e na degradação irreparável da nossa imagem pública, da nossa dignidade humana e da nossa qualidade profissional;

– e de acordo com os nossos Advogados, por nada nos pressupostos que inadvertidamente nos empurraram para este dia se ter alterado, não podemos desistir da “guerra” jurídica relativa à farsa da destituição e à farsa eleitoral que se encontra consumada, especialmente por ainda nada se saber sobre a intenção e solução que esta nova direcção tenciona implementar para solucionar as gravíssimas e tão negativamente consequentes ilegalidades e irregularidades praticadas.

Por último não podíamos deixar de dar uma palavra de extremo apreço e agradecimento a todos os Sportinguistas que apoiaram activamente ou indirectamente o Movimento “Feitos de Honra. Leais ao Sporting!” e a Onda Verde com multidões leoninas que nos receberam e acompanharam de Norte a Sul do País, bem como na Ilha de São Miguel nos Açores (não tendo sido possível em tempo útil ir à Madeira, o que lamentamos) – Vocês São o Sporting CP e o Sporting CP também é feito de
Vocês!

Viva o Sporting Clube de Portugal!!!

Bruno de Carvalho, Sócio nº 14.868
Alexandre Godinho, Sócio nº 15.963”