” DANILO JÁ NÃO ESTAVA MOTIVADO NO FC PORTO “

Daniel Lorenz, empresário de Danilo Pereira, explicou os motivos que levaram à saída do médio internacional português do FC Porto para o Paris Saint-Germain.

«Danilo esteve cinco anos no FC Porto. Na época passada venceu o campeonato e a Taça de Portugal. Já não estava motivado, precisava de algo diferente, de um novo desafio numa Liga mais competitiva, com mais ambição, e o PSG oferecia tudo isso», começou por dizer ao portal Goal o representante de Danilo.

«Tentámos explicar ao PSG que podiam contratar um jogador com condições excecionalmente vantajosas. Como é sabido, o FC Porto é um clube com o qual é difícil negociar. O PSG sabe disso e talvez tenha sido por isso que não tenha contactado o FC Porto mais cedo», prosseguiu, acrescentando de seguida:

«No último momento surgiu esta oportunidade. Eles deram-nos resposta positiva e está feito. Nem houve tempo para negociações: era uma proposta de “sim” ou “não”.»

«O presidente do FC Porto (Pinto da Costa) disse que esta seria uma das últimas oportunidades para Danilo sair. Tinha uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros, mas as condições (apresentadas pelo PSG) foram as melhores no momento certo para Danilo sair.»

«Foi uma oportunidade para todos. Se não tivéssemos avançado, o FC Porto teria pedido os 60 milhões mais tarde. Claro que em condições normais seria impossível fazer esta operação por estes valores, que são tornados públicos desde que o FC Porto está cotado em bolsa e é obrigado a publicar estas informações. Mas posso garantir que a transferência será feita no final da época por 16 milhões.»

«Tudo dependerá de diferentes fatores de desempenho do jogador, mas posso assegurar que são condições muito razoáveis e que vai, quase de certeza, acontece. Danilo será jogador do PSG em definitivo», rematou.

Fonte: abola.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.