ADJUNTO DE JOÃO JESUS RESPONDE A JOÃO GABRIEL

Mário Monteiro preparador fisico do Sporting resolveu responder a João Gabriel director de comunicação do Benfica. Depois ter ido a assistir à final da Taça da Liga entre Benfica e Marítimo, Mário Monteiro respondeu no Facebook  na seguinte forma:

Adjunto de Jorge Jesus responde a João Gabriel... ao lado de dois adeptos portistas

Mário Monteiro preparador físico do Sporting.

“Para ti, João Gabriel, não se trata de ver bom futebol mas sim de estar com os meus amigos, porque, para além de profissional, prezo pela amizade, algo que para ti essa palavra não existe: AMIZADE. Deves estar com amnésia porque eu já estou de férias”

 

Braga conquista Taça de Portugal

Depois de mais uma fina dramática em que o F. C. Porto empata o jogo ao minuto 90`, e leva o jogo para prolongamento o Sporting de Braga, conquista a Taça de Portugal nas grandes penalidades.

Uma conquista que já não acontecia à 50 anos. Paulo Fonseca conquista assim a sua primeira Taça de Portugal, e o seu segundo troféu depois de ter conquistado uma Supertaça Cândido de Oliveira ao serviço do F. C. Porto.

img_770x433$2016_05_22_01_27_26_1104789

Sporting Braga conquista Taça de Portugal 2015/2016.

Depois de durante os 120 minutos o herói ter sido o jovem ponta de lança do F.C. Porto André Silva ao marcar os dois golos da equipa azul e branca, o segundo um pontapé de bicicleta que ficará para a história. Já o herói do clube de Braga acaba por ser o guarda-redes Marafona ao defender duas grandes penalidades. Herrera e Maxi foram os jogadores que falharam para o lado portista.

O Sp. Braga sucede assim ao Sporting Clube de Portugal depois na época passada ter ganho a Taça de Portugal a este mesmo Sp. Braga.

Paulo Sérgio pode ser o novo treinador do V. Setúbal

Paulo Sérgio antigo treinador do Sporting pode vir a ser o sucessor de Quim Machado no v. Setúbal. O técnico português encaixa no perfil que a direcção do V. Setúbal pretende.

img_770x433$2016_05_22_01_27_26_1104789

Paulo Sérgio já treinou o Sporting

Paulo Sérgio além do Sporting já treinou em Portugal clubes como a Académica, Paços de Ferreira e no estrangeiro Hearts (Escócia), Cluj (Roménia) e APOEL (Chipre). De referir que ao comando do Hearts acabou por conquistar uma taça da Escócia.

História dos Estádios – Sporting

O mais recente Estádio do Sporting Clube de Portugal, inaugurado a 6 de Agosto de 2003, vai ao encontro do desejo do fundador José Alvalade: o de ter excelentes instalações desportivas condizentes com o espírito e história de um clube vencedor.

O primeiro campo começou a funcionar em 8 de Maio de 1906, no nº73 da Alameda do Lumiar (hoje Alameda das Linhas Torres), no chamado Sítio das Mouras. Os terrenos foram cedidos pelo Visconde de Alvalade, que correspondeu à vontade do neto, José Alvalade, de consolidar um novo clube depois da cisão do Campo Grande Football Club. A cedência incluiu, ainda, um edifício na mesma Alameda, para funcionar como a primeira sede do Sporting Clube de Portugal.

1956-Inaugurao-Estdio-SCP_thumb8.jpg

No ano seguinte, a 4 de Julho de 1907, houve uma remodelação que melhorou substancialmente as condições desportivas: além de um campo de futebol, o segundo campo dos leões passava a contar com uma pista de atletismo, dois courts de ténis, pavilhão com vestiários e armários pessoais, chuveiros e banhos de imersão, sala de estar e de jogos, sem esquecer a cozinha equipada para a preparação de refeições ligeiras. Este complexo ficou a ser o melhor de então em Portugal e situava-se no mesmo local do primeiro campo, ao lado do Chafariz das Mouras.

O Sporting saiu do Sítio das Mouras para ocupar o Campo Grande 412, no dia 1 de Abril de 1917, data da sua inauguração. Foi neste  terceiro campo, que conheceu muitas glórias, incluindo duas dobradinhas (Campeonato de Lisboa e Campeonato de Portugal). Este campo, anteriormente arrendado ao Lisboa F.C., que entretanto se extinguiu, sofreu amplas melhorias levadas a cabo pelo arquitecto António do Couto que só foram possíveis graças ao dedicado dirigente Mário Pistacchini, que adiantou os quase 53 mil escudos necessários para as obras, na condição de o Sporting lhe pagar quando pudesse, o que se veio a verificar uns anos mais tarde. Na sequência de acordos patrimoniais com a Câmara Municipal de Lisboa, o Sporting em 1940, num gesto de boa vontade, cedeu este campo ao eterno rival Benfica quando este clube foi obrigado a abandonar o campo nas Amoreiras para realização de obras públicas no local (construção do viaduto Duarte Pacheco e auto estrada para a marginal). Ficou conhecido como ‘a Estância de Madeira’.

Estádio_José_Alvalade_.jpg

Antigo Estádio José de Alvalade

 

O quarto campo foi como que um regresso às origens. O Stadium de Lisboa, ou Estádio do Lumiar, tinha campo de futebol, pista de atletismo e velódromo, embora um pouco degradado. Este recinto, que viria a ser o cenário de tempos gloriosos do futebol leonino (teve a ‘honra’ de assistir ao aparecimento dos ‘Cinco Violinos’), foi arrendado a 30 de Abril de 1937. Na sequência de acordos patrimoniais com a Câmara Municipal de Lisboa, o Sporting tomou posse do Stadium, remodelando-o em 1947 com arrelvamento do terreno de jogo, a regularização da pista de atletismo e de ciclismo e a construção de bancada de cimento nos topos. Após esta transformação, o quinto campo de jogos leonino foi inaugurado em 13 de Junho de 1947, com um jogo de futebol entre os leões e o Atlético de Bilbau (4-4, no final da partida), ficando este recinto com um marco histórico: é o primeiro campo de jogos do Sporting Clube de Portugal conhecido por Estádio José Alvalade, como viria a acontecer aos dois recintos desportivos que lhe seguiram.

Como resultado dessas significativas alterações, este recinto recebeu a quinta edição da Taça Latina, em 1953, a única prova de então que reunia os melhores clubes europeus. O Sporting não foi feliz, tendo perdido com o AC Milão (após dois prolongamentos) por 3-4, com dois golos de Martins e um de Vasques. No apuramento dos terceiros e quartos lugares, os leões golearam o Valência por 4-1, mantendo os autores dos golos: desta feita, dois para cada um deles. O Sporting continuava a crescer e o tetracampeonato (1950-1954), a seguir ao tricampeonato (1946-1949), mais reforçou a necessidade de um estádio moderno, funcional e com muito maior capacidade. Na sequência de uma enorme mobilização de todos os Sportinguistas, que deram prova de enorme dedicação e criatividade, o Estádio José Alvalade, o sexto campo da história do Clube, foi inaugurado a 10 de Junho de 1956.

Cerca de 60 mil pessoas deslocaram-se a Alvalade para assistir à cerimónia de inauguração (na qual, Craveiro Lopes, Presidente da República, também marcou presença). Cantou-se o hino nacional e houve um enorme espectáculo de cor e movimento: mais de 1.500 atletas leoninos desenharam as iniciais SCP no relvado. Depois o futebol. Os brasileiros do Vasco da Gama foram os convidados  e acabaram por ganhar 2-3.

Na década de noventa do século XX, com os grandes esforços de transformação realizados no Clube e a desejada activação de um património imobiliário estagnado, a construção de um moderníssimo Estádio, tornou-se uma realidade. E a obra, orgulho de todos os Sportinguistas pela sua funcionalidade e beleza, nasceu a 6 de Agosto de 2003. É o sétimo campo de jogos e chama-se José Alvalade, porque os Estatutos do Sporting estabelecem, em homenagem ao Fundador, que o principal recinto desportivo do Clube tenha o seu nome.

Instalado na zona urbana de Lisboa, entre a Avenida Padre Cruz, 2ª Circular e a Alameda das Linhas Torres, ao lado do seu ‘irmão mais velho’, entretanto demolido, é um estádio futurista que recebeu cinco jogos do Euro-04 (disputado em Portugal) e uma final europeia, da Taça Uefa, a 18 de Maio de 2005. No entanto, o grande momento aconteceu a 6 de Agosto, o dia da sua inauguração: os leões venceram o poderoso Manchester United por 3-1, com Luís Filipe a marcar o primeiro golo e João Pinto a bisar. Cristiano Ronaldo, com uma exibição fantástica, rumou passados poucos dias para Inglaterra, numa transferência que rendeu aos cofres leoninos, 15 milhões de euros.

Estádio_Sporting_Portugal.jpg

Novo Estádio José Alvalade

 

Bruno de Carvalho tenta segurar Slimani

Na edição online do jornal A Bola, pode-se ler que Bruno de Carvalho presidente do Sporting, esta a fazer todos os esforços para manter Islam Slimani na próxima época.

slimani_ultimahora

Slimani tem cláusula de 30 Milhões

No entanto e sabendo que a cláusula de rescisão é de 30 Milhões de euros, os dirigentes leoninos tentam fazer com esse valor seja numa futura transferência um pouco superior. Quando ainda por cima o Sporting apenas detém 80% do passe do argelino.

Jogador do Marítimo desejado pelo Benfica

Fransérgio médio brasileiro de 25 anos que actua no Marítimo esta a ser observado pelo Benfica. Ainda que não seja um alvo prioritário Fransérgio que esta época efectuou 37 jogos em todos as competições pelo clube insular.

O médio representou o Marítimo pela terceira época.

Fransérgio observado

Fransérgio médio do Marítimo poderá reforçar o Benfica

Foto: Pedro Ferreira

Jorge Costa desejado em Guimarães

Jorge Costa treinador português que neste momento se encontra em final de contrato com o Gabão é o desejado em Guimarães para suceder a Sérgio Conceição.

Mesmo tendo uma proposta para renovar com a seleção do Gabão, será no entanto do interesse um regresso a Portugal e para um clube da dimensão do V. Guimarães.

Jorge Costa poderá regressar a Portugal para treinar o Guimarães

Por José Carmo/Global Imagens

Jovem Mexicano pode ser reforço

Uma das grandes revelações do futebol mexicano pode estar a ser seguido pelo Sporting. Segundo avança a ESPN mexicana, o Sporting este mesmo interessado na sua contratação.

A seu favor tem o seu fisico visto ter 1,91 metros o que vai de encontro às características de Jorge Jesus que gosta como se sabe de jogadores para a defesa como é o caso de César Montes.

César Montes na lista de centrais

César Montes defesa central mexicano

Foto: Getty Images

O defesa central mexicano fez um total de 34 jogos na época de 2015/2016.

Talisca fala de uma possível ida para a China

Talisca antes de partir para o Brasil para gozar o seu período de férias foi taxativo sobre a possibilidade de ir jogar para a China. De referir que tem sido noticiado que Luis Filipe Vieira se encontra na China a negociar Talisca e Jonas.

Talisca

Talisca poderá render milhões

«Se vou continuar no Benfica? Não sei. Se tenho conhecimento de uma proposta da China? Não me compliquem…», referiu o brasileiro, que foi mais determinado a responder qual o seu desejo: «O meu desejo é continuar onde estou bem.»

José Peseiro mete-se com o Benfica

Para José Peseiro a vitória na final da Taça de Portugal contra o Sporting de Braga não salva a época. E chega mesmo a comparar as época em que o Benfica apenas ganhava a Taça da Liga.

José Peseiro mete-se com o Benfica

José Peseiro “ataca” Benfica

Foto: Manuel Araújo

“Houve equipas que andaram três anos seguidos a ganhar a Taça da Liga e cumpriram objetivos, foram épocas conseguidas, por aquilo que se ouviu. Não estou a ver onde é que o FC Porto, ganhando a Taça de Portugal – e queremos ganhar a Taça de Portugal – possa ser alvo de comentários negativos”