«NÃO PERCEBO POR QUE RUI VITÓRIA TIROU O RAFA»

António Figueiredo não tem grandes esperanças de ver o Benfica chegar ao penta. Depois da derrota no clássico as contas complicaram-se para a equipa da Luz e seria necessário o FC Porto perder pontos nas últimas quatro jornadas, algo que o antigo dirigente dos encarnados entende ser altamente improvável. Sobre o encontro na Luz, Figueiredo lamenta o desempenho de Artur Soares Dias, que considera ter tido uma má atuação ao nível disciplinar, bem como do VAR, que não assinalou o penálti sobre Zivkovic, já em tempo de descontos.

“O Benfica jogou bem, faltou marcar um golo – teve uma oportunidade clara, pelo Pizzi -; a segunda parte foi do FC Porto. O resultado mais justo teria sido o empate. Não aconteceu, no futebol muitas vezes não há justiça e o FC Porto acabou por ganhar”, começou por lamentar o antigo dirigente dos encarnados.

Mas a atuação de Artur Soares Dias e da sua equipa não foi, em seu entender, a melhor. “Está explicado por que razão a arbitragem portuguesa não estará representada no Mundial. Houve neste jogo uma grande dualidade de critérios, sobretudo ao nível disciplinar. As faltas que o FC Porto fez na primeira parte eram merecedoras de amarelo, isto é impensável tratando-se de um árbitro que se diz ser o melhor em Portugal.”

E prossegue, abordando depois um dos lances mais polémicos do jogo. “Há também a questão do penálti, que para mim não oferece dúvidas, o Zivkovic é afastado da bola! Até acredito que o árbitro não tenha visto, mas o VAR tinha a obrigação de ver! A situação vivida pelos árbitros na Maia deixou marcas, acho que teve influência na não marcação do penálti. Tecnicamente não vejo erros na atuação do árbitro, mas o VAR tinha a obrigação de intervir naquele lance. Eu vi o jogo no estádio, na altura pareceu-me penálti e depois confirmei na televisão.”

Erros de Rui Vitória

António Figueiredo, que até aprecia as qualidades de Rui Vitória, diz que neste jogo o técnico cometeu erros. “Nada disto anula o facto de o Rui Vitória ter cometido erros. Tirou o melhor jogador do Benfica, o Rafa (algumas das faltas do FC Porto na primeira parte que não foram merecedoras de cartão foram cometidas sobre ele…), é uma situação que não consigo compreender. Não considero que tenha jogado para o empate, só não percebo por que não apostou nos dois, no Rafa no lado esquerdo e no Salvio para a direita.”

Fonte: record.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.