DENÚNCIA ANÓNIMA COLOCA EM CAUSA ESTORIL-FC PORTO

Deu entrada na terça-feira na Procuradoria-Geral da República (PGR) uma denúncia anónima, de atos de corrupção e fraude, que coloca em causa a segunda parte do jogo entre Estoril e FC Porto, que teve lugar no passado dia 21 – o desafio, recorde-se, foi interrompido ao intervalo, a 15 de janeiro, numa altura em que a equipa da Linha vencia por 1-0.

Segundo A BOLA, a referida queixa dá conta de uma suposta reunião entre um executivo da Traffic, empresa que detém a maioria do capital da SAD do Estoril, um empresário e um dirigente do FC Porto, que terá tido lugar num hotel de Lisboa, na véspera da segunda parte do jogo, dia 20 de fevereiro, portanto, para combinação de resultado.

Na denúncia – com o número 406/18, de 27 de fevereiro – é apontada também uma alegada transferência bancária para a Estoril, SAD, no valor de €730 mil, efetuada dias depois do desafio.

O Ministério Público irá agora analisar os factos denunciados e só dará início ao procedimento criminal se neles encontrar consistência.

Fonte: abola.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.