No FC Porto controlavam tudo

Augusto Inácio, treinador e ex-jogador, garante que o FC Porto e o Sporting são muito diferentes no profissionalismo que exigem aos jogadores. “Uma das grandes diferenças que notei entre o FC Porto e o Sporting, é que, se os adeptos do Porto apanhassem um jogador às duas e tal da manhã, eles próprios insultavam os jogadores e, se fosse preciso, até davam porrada. Os do Sporting queriam tirar fotos. É uma diferença grande de exigência dos próprios adeptos”, recorda, em entrevista ao “Expresso”.

FUTEBOL- Augusto Inacio, treinador do Moreirense durante o jogo Moreirense – Belenenses relativo a 16 jornada da Primeira Liga. Estadio Comendador Joaquim de Almeida Freitas em Moreira de Conegos. Segunda, 09 de Janeiro de 2017. ASF /HELENA VALENTE

Inácio destacou ainda o controlo feito aos atletas portistas, contando uma história: “Um dia, chamaram-me ao gabinete do Pedroto e perguntaram-me: ‘Então o Muralhas estava bom?’. Muralhas, o vinho verde. E eu: ‘Ó senhor Pedroto, então não estava bom? Fresquinho com o peixinho’. Eles disseram-me aquilo para mostrar que sabiam tudo”. “Eles até iam à porta da casa dos jogadores para saber se estavam em casa ou não, punham as mãos em cima do capot para ver se estava quente ou se estava frio. Controlavam tudo, tudo, tudo”, acrescenta.

Fonte: bancada.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.