«AGORA PERCEBO PORQUE FOMOS ELIMINADOS PELA SUÉCIA…»

Foi com esta declaração que Gianluigi Buffon recebeu o prémio de futebolista do ano na grande gala do calcio, que decorreu na noite desta segunda-feira em Milão.

«Se sou eu a ganhar é porque não temos futuro», acrescentou o veterano guardião, que arrancou sorrisos e aplausos da audiência.

Após a dramática derrota com a Suécia no play-off de qualificação para o Mundial-2018, Buffon deu agora a entender que não irá, afinal, retirar-se da seleção:

– Fiz uma pausa porque já tenho idade (39 anos). Sempre fui um soldado alista para a seleção e para a Juventus. Mesmo aos 60 anos, se faltarem guarda-redes, estarei presente porque essa é a minha ideia de nação.

A gala destacou ainda a Juventus como equipa do ano e Maurizio Sarri, do Nápoles, como melhor treinador.

O ‘onze’, com Buffon na baliza, claro, fica completo com: Daniel Alves, Bonucci, Koulibaly e Alex Sandro (defesas); Nainggolan, Pjanic e Hamsik (médios); Mertens, Higuain e Dybala (avançados).

Fonte: abola.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.